Projeto Atlântico – Filme documentário sobre Auschwitz

Projecto Atlântico, na comemoração do Dia Internacional da Educação, 24 de Janeiro, do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, 27 de Janeiro e do Dia da Não-violência e da Paz nas Escolas, 30 de Janeiro, convida a comunidade escolar a participar na exibição e discussão de filme-documentário sobre “Auschwitz” com vista à preparação da Visita à Cracóvia e Auschwitz (Polónia).
 
 
Professor moderador: João Pinto Coelho
Organização: Núcleo da UNESCO

XXII ENCONTRO INTERNACIONAL DE JOVENS CIENTISTAS DAS ESCOLAS ASSOCIADAS DA UNESCO

Santarém, 8 a 11 de Janeiro 2020

À semelhança de anos anteriores, é com muita satisfação que a Escola Básica e Secundária Aquilino Ribeiro, Porto Salvo (Oeiras) se fez representar por duas alunas do 10° ano acompanhadas pela sua professora de Biologia e Geologia e pela coordenadora do Núcleo da UNESCO do respectivo Agrupamento, no XXII Encontro Internacional de Jovens Cientistas das EscolasAssociadas da UNESCO, organizado pela Escola Secundária de Sá da Bandeira.

O tema em discussão este ano foi a “A Luta contra a Desertificação: o grande desafio para os Jovens”, tendo sido apresentado pelas alunas Ana  Loureiro e Margarida Almeida o projeto de turma: “Solo degradado e o ser humano é o culpado”.

Sem dúvida, um intercâmbio de perspectivas sobre a Desertificação, não só como degradação dos solos mas também como despovoamento dos territórios.

Pontos altos: o convívio entre colegas de outras escolas portuguesas (Santarém, Torres Novas, Figueira da Foz e Porto), de Espanha (Pontevedra, As Neves e Madrid), de Andorra, de Alemanha (Landau), de Itália (Turim), do Brasil (São Paulo) e dos Estados Unidos da América (Hudson e Newton – Massachusetts) e a Visita de Estudo subordinada ao tema “Alentejo: um futuro deserto ou um oásis de oportunidades?” que levou os alunos até Monsaraz, barragem do Alqueva, Cromeleque do Xerez e Évora.

Mais informação em:

https://correiodoribatejo.pt/video-jovens-de-varios-paise

https://omirante.pt/sociedade/2020-01-11-Encontro-de-jovens-cientistas-em-Santarem-foi-um-sucesso

Aviso de abertura do procedimento concursal de regularização extraordinária de vínculos precários destinado a Técnicos Superiores

Abertura de procedimento concursal comum, com carácter de urgência, destinado ao preenchimento de cinco postos de trabalho no Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro na modalidade de relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado, restrito a candidatos abrangidos pelo programa de regularização extraordinária de vínculos precários (PREVPAP), indicados pela Dgae na plataforma SIGHRE (1 licenciatura em Ciências da Educação, 1 Técnico de Serviço Social, 1 em Pedagogia Social, 1 Educação e Intervenção Comunitária e 1 Técnico de Animação Cultural). 

1. Nos termos do disposto nos artigos 9.o e 10.o da Lei n.o 112/2017, de 29 de dezembro, torna-se público que por despacho do Diretor do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro, de 31/12/2019, no uso das competências que lhe foram delegadas pelo Despacho n.o 9348/2019 proferido em 10 de outubro de 2019, publicado em 16 de outubro de 2019 no Diário da República, 2.a série, n.o 199 da Diretora-Geral da Administração Escolar, encontra-se aberto, pelo prazo de 10 dias úteis a contar da publicação do presente aviso, na Bolsa de Emprego Público (BEP), procedimento concursal comum para a constituição de relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado para o preenchimento de cinco postos de trabalho do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro, na categoria de técnico superior, da carreira de técnico superior. 

2. Legislação aplicável: Lei n.o 112/2017, de 29 de dezembro (PREVPAP); Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas (LTFP), aprovada pela Lei n.o 35/2014, de 20 de junho; Portaria n.o 125- A/2019, de 30 de abril e Código do Procedimento Administrativo. 

3. Local de Trabalho: Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro, sito na Avenida Domingos Vandelli, 2740 – 123 – Porto Salvo. 

4. O procedimento concursal destina-se à ocupação de cinco postos de trabalho na modalidade de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, nos termos constantes do artigo 40.o e seguintes da LTFP. 

5. Fundamentos para a abertura do procedimento concursal comum: o presente procedimento concursal é aberto no âmbito do PREVPAP, para regularização das situações de trabalho precário previstas no artigo 3.o da Lei n.o 112/2017, de 29 de dezembro. 

6. Caracterização do posto de trabalho: Os postos de trabalho a ocupar caracterizam-se pelo exercício de funções correspondentes à categoria de técnico superior, tal como descrito no Anexo referido no n.o 2 do artigo 88.o da LTFP, e de acordo com as atividades inerentes às de técnico superior, de acordo designadamente com o seguinte perfil de competências: 

  • a) Funções de estudo, planeamento, programação, avaliação e aplicação de métodos e processos de natureza técnica e ou científica, que fundamentam e preparam a decisão, no âmbito das Ciências da Educação, da animação sociocultural e da intervenção Local (TIL). 
  • b) Elaboração, autonomamente ou em grupo, de pareceres e projetos, com diversos graus de complexidade, e execução de outras atividades de apoio geral ou especializado nas áreas de atuação comuns, instrumentais e operativas dos órgãos e serviços. 
  • c) Funções exercidas com responsabilidade e autonomia técnica, ainda que com enquadramento superior qualificado. 
  • d) Representação do órgão ou serviço em assuntos da sua especialidade, tomando opções de índole técnica, enquadradas por diretivas ou orientações superiores. 

7. Habilitações literárias exigidas: Ser detentor de Licenciatura, grau de complexidade 3, de acordo com o previsto na alínea c) do n.o 1 do artigo 86.o da LTFP. 

No caso da Licenciatura ser em Psicologia devem os candidatos comprovar a sua inscrição na Ordem dos Psicólogos. 

8. Posição remuneratória: 2.o nível remuneratório da tabela remuneratória única (EUR:1201,48€).

9. Requisitos de admissão relativos ao trabalhador: 

9.1. Exerça ou tenha exercido funções que correspondam ao conteúdo funcional da carreira/categoria de técnico superior, sem o vínculo jurídico adequado, reconhecido nos termos do artigo 3.o da Lei n.o 112/2017, de 29 de dezembro. 

9.2. Ser detentor dos requisitos cumulativos, enunciados no artigo 17.o da LTFP: 

  • a) Nacionalidade Portuguesa, quando não dispensada pela Constituição, convenção internacional ou lei especial; 
  • b)  18 anos de idade completos; 
  • c)  Não inibição do exercício de funções públicas ou não interdição para o exercício daquelas que se propõe a desempenhar; 
  • d)  Robustez física e perfil psíquico indispensáveis ao exercício das funções; 
  • e)  Cumprimento das leis de vacinação obrigatória; 

9.3. Possuir as habilitações literárias constantes do ponto 7 do presente aviso. 

9.4. No presente procedimento concursal não existe a possibilidade de substituição do nível habilitacional por formação ou experiência profissionais, nos termos do n.o 2 do artigo 8.o da Lei n.o 112/2017, de 29 de dezembro.

10. Forma e prazo de apresentação das candidaturas: 

10.1. Prazo: 10 dias úteis a contar da data da publicação do presente aviso na Bolsa de Emprego Público e na página eletrónica do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro. 

10.2. Forma: As candidaturas deverão ser submetidas, obrigatoriamente, mediante preenchimento de formulário próprio disponibilizado eletronicamente no Sistema Interativo de Gestão de Recursos Humanos da Educação – SIGRHE > Situação Profissional > PND –Procedimentos concursais > Formulário de Candidatura – no portal da Direção Geral da Administração Escolar e formalizadas através da entrega, nas instalações do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro ou enviadas pelo correio, para a morada identificada no n.o 3 do presente aviso, em carta registada com aviso de receção, dirigida ao Diretor do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro, ou remetidas por via eletrónica para o endereço de email isabel.marques@aearibeiro.edu.pt até às 24h00 horas do último dia do prazo para apresentação das candidaturas, dos seguintes documentos: 

  • a)  Fotocópia do Certificado de Habilitações; 
  • b)  Fotocópia dos Certificados ou comprovativos de ações de formação realizadas com relevância para o posto de trabalho objeto de candidatura; 
  • c) Curriculum Vitae; 
  • d) Certificado do registo criminal, de acordo com o artigo 2.o da Lei n.o 113/2009, de 17 de setembro; 
  • e) Declaração emitida pelo serviço onde o candidato se encontra a exercer ou tenha exercido funções, devidamente atualizada e autenticada, onde conste, de forma inequívoca, a categoria com descrição detalhada das funções, atividades, atribuições e competências inerentes ao posto de trabalho ocupado pelo candidato, devendo a mesma ser complementada com informação referente às menções qualitativas e quantitativas obtidas na avaliação do desempenho dos últimos três anos, se aplicável. 
  • f) Para os licenciados em Psicologia o comprovativo da inscrição na Ordem dos Psicólogos. 

10.3. Nos termos do disposto no n.o 8 do artigo 20.o da Portaria n.o 125-A/2019, de 30 de abril, a não apresentação dos documentos atrás referidos determina a exclusão dos candidatos. 

11. Assiste ao júri a faculdade de exigir aos candidatos, em caso de dúvida, a apresentação de documentos comprovativos das suas declarações. 

12. Métodos de Seleção: O método de seleção a utilizar será a avaliação curricular. 

12.1. A avaliação curricular (AC) visa avaliar a qualificação dos candidatos, designadamente a habilitação académica, percurso profissional, relevância da experiência adquirida e da formação realizada, tipo de funções exercidas e a avaliação de desempenho obtida. Para tal, serão considerados e ponderados os elementos de maior relevância para o posto de trabalho, nomeadamente: as habilitações académicas, a formação profissional, a experiência profissional e o tempo de desempenho no período anterior, no exercício de funções caracterizadas do posto de trabalho a preencher. Será expressa numa escala de 0 a 20 valores, com valoração às centésimas, sendo a classificação obtida através da média aritmética ponderada das classificações dos elementos a avaliar. 

12.2. A publicação dos resultados obtidos na avaliação curricular é afixada em local visível e público nas instalações deste agrupamento de escolas e na sua página eletrónica. 

12.3. A classificação final (CF) dos candidatos expressa-se numa escala de 0 a 20 valores, com valoração às centésimas, em resultado da classificação quantitativa obtida no método de seleção com a seguinte ponderação: CF = 100% (AC)

12.4. São motivos de exclusão do presente procedimento: 

  • a) O incumprimento dos requisitos mencionados neste aviso, sem prejuízo dos demais legais ou regularmente previstos; 
  • b)  Obtenção de uma valoração inferior a 9,5 valores na avaliação curricular; 
  • c)  A obtenção de uma valoração final inferior a 9,5 valores, na aplicação dos métodos de seleção ou em resultado do emprego da fórmula do ponto 12.3 do presente aviso. 

12.5. Haverá lugar à audiência de interessados, nos termos do Código do Procedimento Administrativo, após a aplicação de todos os métodos de seleção e antes de ser proferida a decisão final. Os candidatos excluídos serão notificados por uma das formas previstas no artigo 10.o da Portaria n.o 125-A/2019, de 30 de abril, mas preferencialmente, por correio eletrónico, nos termos dos n.o 7 e 8 do artigo 10.o da Lei n.o 112/2017, de 29 de dezembro. As alegações a proferir pelos mesmos devem ser feitas em formulário próprio, aprovado pelo Despacho n.o 11 321/2009, de 8 de maio, publicado no Diário da República, 2.o série, n.o 89, de 8 de maio, disponibilizado no endereço eletrónico da Direção-Geral da Administração e Emprego Público (DGAEP), obtido na página eletrónica ou junto dos serviços administrativos do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro. 

12.6. Nos termos do n.o 6 do artigo 11.o da Portaria n.o 125-A/2019, de 30 de abril, os parâmetros de avaliação e respetiva ponderação do método a utilizar, a grelha classificativa e o sistema de valoração final do método constam das atas das reuniões do júri do procedimento, as quais são publicitadas no sítio da Internet da entidade. 

13. A ordenação final dos candidatos admitidos que completem o procedimento concursal é efetuada de acordo com a escala classificativa de 0 a 20 valores, com valoração às centésimas em resultado da classificação quantitativa obtida no método de seleção. 

13.1. Critérios de desempate: Em caso de igualdade de valoração, os critérios de desempate a adotar são os constantes do artigo 27.o da Portaria n.o 125-A/2019, de 30 de abril. 

14. O Procedimento concursal tem caráter urgente, prevalecendo as funções próprias do júri sobre quaisquer outras. 

15. Composição e identificação do júri 

Presidente: Maria Isabel Silva, Subdiretora 

Vogais efectivos: Isabel Rebelo; Maria da Conceição Baiona, Adjuntas; 

Vogais suplentes: Márcio Karas, Assessor; Sandra Neta, Coordenadora Técnica.. 

15.1. O presidente de júri será substituído nas suas faltas e impedimentos por um dos vogais efetivos. 

16. A lista unitária de ordenação final dos candidatos, após homologação do Diretor do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro, é publicada na BEP; afixada em local público e visível das instalações do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro e disponibilizada na respetiva página eletrónica, sendo ainda publicado um aviso na 2.a Série do Diário da República, com informação sobre a sua publicitação, nos termos do n.o 5 do artigo 28.o da Portaria n.o 125-A/2019, de 30 de abril. 

17. Nos termos do disposto no n.o 4 do artigo 10.o da Lei n.o 112/2017, de 29 de dezembro, o presente aviso é publicitado na Bolsa de Emprego Público e na página eletrónica do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro

13/01/2020 

A Diretora 

Isabel Marques 

UWC Portugal – oportunidade de bolsa de estudo

UWC Portugal

oportunidade de bolsa de estudo

Este projeto pretende constituir um movimento educacional global que faz da educação uma força para unir pessoas, nações e culturas, em prol da paz e de um futuro sustentável.

É destinado a alunos:

  • que frequentem o 10º ou 11º ano
  • com idades compreendidas entre os 16 e os 18 anos
  • detentores de nacionalidade portuguesa OU
  • residentes em Portugal há mais de 5 anos com frequência de instituições de ensino com plano curricular português

As candidaturas estão abertas até ao dia 18 de Janeiro, sendo que aconselhamos uma visita ao site para conhecer melhor o projeto e os critérios de elegibilidade

Participação do Projecto escolar “Bandas de Garagem” no VIII ENCONTRO DE JOVENS DAS ESCOLAS GALEGAS ASSOCIADAS DA UNESCO

Enquadrada no Projecto Atlântico das Escolas Associadas da UNESCO, “CULTIVAR A PAZ”, realizou-se a participação do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro no VIII ENCONTRO DE JOVENS DAS ESCOLAS GALEGAS ASSOCIADAS DA UNESCO, que decorreu dias 14 e 15 de Novembro 2019, em Pontevedra, Espanha, a convite da Coordenação das Escolas da Rede UNESCO da Galiza.

Representaram o Agrupamento 10 alunos que compõem uma das Bandas de Garagem e, entre 280 estudantes de nove escolas galegas, uma de Alcoi (Alicante) e dois conservatórios de Música, apresentaram o Projecto “Bandas de Garagem” da Escola Básica e Secundária Aquilino Ribeiro, coordenado pelo professor de Educação Musical Pedro Ochoa, mostrando como a Música pode ser instrumento de Paz e Coesão Social.

Foi um intercâmbio cultural muito enriquecedor: além de cativarem a plateia com a sua actuação (até assinaram autógrafos!), puderam conhecer os projectos de outras escolas de Espanha e, nas palavras dos nossos jovens, “foram dias inesquecíveis”, pois no tempo que estiveram fora do país foram acolhidos, tal como os alicantinos, em casa das famílias dos seus colegas pontevedrenses, ganhando para a vida novos contactos e prováveis amizades.

No fim do Encontro receberam o Diploma de Participação e ainda tiveram oportunidade de conhecer o Instituto de Enseñanza Secundaria Luís Seoane (uma das escolas da rede UNESCO com a qual existem laços de parceria e cooperação de há longa data), assistir a uma aula de música e receber presentes da mão do Director.

Assim se pratica a educação para a Cidadania Global, para a Paz e o Desenvolvimento Sustentáveis.

Projecto E-TIJOLO

Nova vida para resíduos urbanos: Reutilização e Reciclagem de beatas de cigarro

Juan Diego Henriques, engenheiro mecânico no Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ) a funcionar no polo tecnológico Taguspark, vizinho à Escola, veio na manhã de 8 Novembro apresentar aos alunos do Secundário do Curso de Ciências e Tecnologias o protótipo do E-tijolo, um bloco modular sustentável para construção, criado a partir da reutilização e reciclagem de beatas de cigarro.

Foi explicado aos presentes que este é um projecto inovador que integra na composição dos tijolos tradicionais as beatas de cigarros, com vantagens para a construção e para o ambiente:

– é um produto mais leve

– com melhores propriedades de isolamento

– com redução do consumo de energia necessária para a sua produção

– permite construções mais sustentáveis

– e municípios mais verdes

Uma parceria Núcleo da UNESCO e ECO-ESCOLAS